Testes Oftalmológicos

Teste de Sobrecarga Hídrica. O teste verifica de forma indireta a capacidade de drenagem do humor aquoso, ou seja, medida da pressão intraocular após ingestão de 1 litro de água em 5 minutos. É indicado para diagnosticar e acompanhar pacientes com suspeita de glaucoma.

Teste de Schirmer. O teste avalia se o olho produz suficiente quantidade de lágrima para manter-se lubrificado. É indicado para pacientes com suspeita de olhos secos e como exame auxiliar no diagnóstico de algumas doenças reumatológicas. O teste consiste na colocação de uma tira de papel filtro na junção do 1/3 médio e lateral das pálpebras inferiores. Após 5 minutos, as tiras de papel filtro são retiradas. A quantificação da produção de lágrima é feita pela medida da extensão do papel filtro que ficou úmida.

Teste do Olhinho. Também chamado de Teste do Reflexo Vermelho tem a função de observar o reflexo luminoso da retina em recém-nascidos e crianças. Este teste é indicado para todos os recém-nascidos e crianças, pois previne e diagnostica doenças como catarata congênita, retinoblastoma e retinopatia da prematuridade.

Teste de Ishihara ou Teste de Visão de Cores. O exame tem a função de analisar a percepção de cores do paciente. É realizado com cartões coloridos, para que o paciente distinga suas as cores e indicado para pacientes com suspeita de daltonismo. 

Teste de Teller. O teste permite quantificar a acuidade visual de pacientes (bebês e crianças até 4 anos) que não conseguem informar a visão, utilizando cartões especiais. O Teste de Teller é indicado para bebês recém-nascidos, crianças que ainda não desenvolveram a fala e pacientes que apresentaram limitações na realização de outros testes que estudam a quantificação da acuidade visual.


 

 

Desenvolvido por:
Brasilmedicina.com.br